Mudança de hábito na pandemia: Aumento da prática de ciclismo

Mudança de hábito na pandemia: Aumento da prática de ciclismo

Diversas mudanças no comportamento humano são esperadas durante e após a pandemia. A prática de ciclismo é uma dessas mudanças que pode ser notada de maneira significativa no país todo. 

 É fácil entender o porquê. O ciclismo além de ser uma atividade extremamente prazerosa e divertida, é feita ao livre e pode ser um programa entre amigos e/ou família. Durante a pandemia, tem ganhado espaço pois as condições para praticar são muito vantajosas para a saúde física e, principalmente, mental. Tudo isso é possibilitado pela proximidade com a natureza.

 No dia a dia, o ciclismo é um grande aliado como opção de meio de transporte, neste período ainda é possível fugir da aglomeração que normalmente acontece nos transportes públicos. Sem contar a economia e otimização do tempo de locomoção até o trabalho, que acaba sendo usado para se exercitar também.

 Mas para tornar esse exercício um hábito é necessário tomar alguns cuidados: Utilizar os equipamentos de segurança para ciclismo, como capacete, luvas e roupas próprias para isso. Também é preciso estar atento a postura ao pedalar e aos ajustes na bicicleta, adequando para a pessoa que usará. Um ponto muito importante de lembrar é a utilização da máscara durante este período, ainda que esteja longe de aglomeração e ao ar livre.

 Além de auxiliar na diminuição do contágio por coronavírus, ser econômico e bom para a saúde, as bicicletas são excelentes para o meio ambiente. Já imaginou poder respirar um ar mais puro, não ter que enfrentar trânsito ou ouvir aqueles barulhos estressantes de buzinas e motores no caminho até o trabalho ou volta para casa? Isso tem se tornado uma realidade mais frequente neste período, só resta saber se após a pandemia, os bons hábitos adquiridos continuarão.


Deixe um comentário

(*) são campos obrigatórios.

Aguarde...