A maternidade em tempos de quarentena: um bate papo teórico/prático, buscando um meio criativo e equilibrado de lidar com as mudanças em um período de incertezas

A maternidade em tempos de quarentena: um bate papo teórico/prático, buscando um meio criativo e equilibrado de lidar com as mudanças em um período de incertezas

    Durante a semana que antecede o dia das mães, a Taquion convidou a psicóloga parental, Marília Scabora e a influenciadora e mãe, Isabella Cornicelli para bater um papo sobre a maternidade em tempos de quarentena.  Muitas de nós mulheres sabemos (e algumas outras imaginam) que ao adentrar o mundo materno, muitas coisas se transformam na vida de uma mulher, algumas prioridades trocam de lugar e um tanto de caprichos perdem os seus valores. A verdade é que a maternidade é uma construção única, recheada de desafios e contratempos, mas que enriquece a vida de qualquer mulher.



    E como se as rotinas das mamães não fossem atarefadas o suficiente, uma pandemia apareceu inesperadamente para virar tudo de ponta cabeça, mas a verdade é que esse encontro entre a psicóloga e a influenciadora, vai te mostrar que até mesmo do lado avesso, a vida pode te trazer lições engrandecedoras e surpresas agradáveis.

    Já no começo desse bate-papo, a Isabella contou que sua quarentena se iniciou sendo bombardeada com mil e uma sugestões de atividades educativas para os filhos, cursos online... enfim, como se todos nós devêssemos sair da quarentena habilitados. Mas ela soube dar pause nas influências digitais, analisar sua família e entender que nem tudo se aplicavam a sua rotina, nem na dos seus filhos, e tudo bem. A psicóloga Marília concordou e acrescentou dizendo que cada família tem sua especificidade e que é preciso se adaptar a quarentena respeitando as necessidades de cada uma sem sobrecarregar-se. Afinal, todos nós fomos impactados pelas privações que a pandemia trouxe e por isso precisamos nos reinventar com leveza, para que essa fase seja vivida com equilíbrio emocional.



    A psicóloga e a influenciadora concordaram que o cuidado individual é importante e que as mamães também precisam ter um tempo só para elas, afinal de contas, quem nutri precisa estar nutrido. E nada de achar que pedir ajuda é sinal de fraqueza, pelo contrário, é entender que para ser forte é preciso se cuidar. E para isso você pode contar com a sua rede de apoio, lembrando que juntos, somos sempre, mais fortes. E depois é só deixar a imaginação solta: faça uma skin care, yoga, exercícios de relaxamento, coloque uma música que você ame, dance, escreva, relaxe… E se você tem uma lista longa de afazeres, não se preocupe, comece separando 15 minutinhos só para você e você vai sentir o poder que esse tempo tem de recarregar suas energias.